Edição:
2

Vizualizar edição on-line

1º aniversário

A Revista de Jornalismo ESPM comemora seu primeiro aniversário com edição especial, que inclui um grande manifesto sobre jornalismo pós-industrial. Desenvolvido pelo Tow Center for Digital Journalism da Columbia Journalism School, o documento “Jornalismo Pós-Industrial: Adaptação aos Novos Tempos” apresenta um diagnóstico da crise mundial em que se encontra a atividade há pelo menos 20 anos. “Parte pesquisa, parte manifesto”, como se autodefine nas palavras que o abrem, o relatório obteve enorme repercussão assim que divulgado, no fim de 2012.

O estudo mostra que as condições técnicas, materiais e de metodologia que mantiveram a indústria do jornalismo atuante até o fim do século 20 não existem mais. As crenças e comportamentos que se sustentaram por essa lógica industrial não se seguram mais. Mas ainda não está claro o que os substituirá. Isso vale tanto para a produção física do veículo jornalístico em qualquer forma, quanto para a da informação em si, devido à importância crescente de bases de dados, de interação com múltiplas fontes e com o próprio público. E essa é uma discussão que está apenas começando!

Uma das batalhas travadas neste novo cenário da comunicação é descrita por Leão Serva, que mostra como os jornais de mídia impressa erram ao se afastar do Google News. Já Judith Matloff dá uma aula de sobrevivência em outro campo de batalha ao retratar as estratégias usadas por repórteres que cobrem os cartéis do tráfico no México. Enquanto isso, no Brasil... Milton Bellintani fala sobre a violência que obriga repórteres brasileiros a se refugiar no exterior.

A edição de aniversário conta também com uma crônica escrita por Humberto Werneck sobre o finado JT, que circulou pela última vez no dia 31 de outubro de 2012. Em “O meu Jornal da Tarde”, o escritor relembra episódios marcantes que viveu na redação do mítico diário paulistano, no início da década de 1970.

Tudo em Dia
Carlos Eduardo Lins da Silva ressalta o valor de jornais de cidades pequenas quando ocorrem ali fatos de interesse mundial

Direto de Columbia
David Klatell explica por que as tecnologias digitais alteram a tomada de decisões éticas nas redações

Ideias + Críticas

Marcelo Soares, da Folha, mostra como boas coberturas podem ajudar a evitar tragédias em vez de apenas noticiá-las

Memória
Humberto Werneck relata sua experiência no mítico diário paulistano durante os dias de glória da publicação que já não circula mais

Especial - Jornalismo pós-industrial
Relatório preparado por C.W. Anderson, Emily Bell e Clay Shirky, da Columbia University, investiga as fronteiras da imprensa no século 21

À pena fria
Douglas McCollam, da CJR, descortina a astúcia de Truman Capote para conseguir a entrevista que originou o perfil de Marlon Brando

Por que os jornais erram ao
Leão Serva, professor da ESPM, argumenta que a resistência da mídia impressa no Brasil ao Google News é um mau negócio

Aulas de sobrevivência
Judith Matloff, da CJR, expõe o drama de jornalistas mexicanos que pedem apoio a colegas da Colômbia para resistir aos cartéis de drogas
Enquanto isso, no Brasil...
O jornalista Milton Bellintani traz à tona a realidade de repórteres obrigados a sair do país para escapar dos bandidos que os ameaçam de morte

Inovação com prazo de validade
Michael Schudson e Katherine Fink, da CJR, apresentam um blog de notícias que teve de deixar de ser visionário para crescer e ganhar legitimidade

Credencial
Jorge Tarquini, ex-diretor de redação de Quatro Rodas, enumera as boas lições que podem ser tiradas dos primeiros anos da revista

Publicações Avulsas

  • Edição:
    4

    2013

    R$20,00
  • Edição:
    3

    2013

    R$20,00
  • Edição:
    1

    2013

    R$20,00